Seguidores

terça-feira, 23 de julho de 2024

A TRAMA PARA A MORTE DO CANGACEIRO ZÉ BAIANO

 Por Cangaço Eterno

https://www.youtube.com/watch?v=NlTmVXRvUqE&t=721s&ab_channel=Canga%C3%A7oEterno

Seguindo a versão de José Bezerra Lima Irmão apresento a trama usada por Antônio de Chiquinho coiteiro de Zé Baiano para mata-lo. Um dos principais chefe de subgrupo de Lampião morreria traído em 1936 junto com seus cabras Demudado, Chico Peste e Acelino. #lampião #cangaço #cangaceiros

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

LAMPIÃO NO CEARÁ - FAZENDA PIÇARRA E A MORTE DO CANGACEIRO SABINO GOMES.

Por Cangaçologia
https://www.youtube.com/watch?v=m_EJpsn9-_A&t=9s&ab_channel=Canga%C3%A7ologia

Para comemorar os 100.000 inscritos no canal estamos trazendo o documentário "LAMPIÃO NO CEARÁ - FAZENDA PIÇARRA E A MORTE DO CANGACEIRO SABINO GOMES", que trás um depoimento do nosso amigo "Vilson da Piçarra", neto do fazendeiro Antônio da Piçarra antigo proprietário da Fazenda Piçarra (Porteiras/CE), onde no passado Lampião e seus homens costumavam se refugiar. Um vídeo que foi gravado pelo confrade José Francisco Gomes de Lima e que foi gentilmente cedido para publicação e exibição em nosso canal.

Um dos mais completos trabalhos já produzidos sobre a morte do cangaceiro Sabino Gomes "Sabino das Abóboras" e sobre a passagem de Lampião pelas terras da Fazenda Piçarra, na região sul do estado do Ceará. Digno do momento.

Obrigado a todos por acreditar e acompanhar nossos trabalhos.
Geraldo Antônio de Souza Júnior - Criador e administrador do Canal.

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

UM MENINO E O FASCÍNIO PELA HISTÓRIA NORDESTINA. ESSE PEDRO POPOFF PRECISA SER ESTUDADO CARLA MOTTA .

 Por Adautobs Silva

Saudoso Dr. Antônio Amaury e Pedro Motta Popoff.

A ex-cangaceira Dulce de Meneses e Pedro Motta Popoff.

https://www.facebook.com/groups/lampiaocangacoenordeste

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

SININO DE MOCINHA: O BOIADEIRO VALENTE.

 Por Kydelmir Dantas

Hoje, é um dia especial. Pra um homem espetacular, nosso tio por parte de papai (seu Né)... SININO de Minú e de Mocinha. 100 anos de vida, lutas, alegrias, trabalho, honestidade e valores especiais num ser humano. DEUS continue te iluminando, meu querido tio, pra séculos sem fim... Amém. Parabéns!

 https://www.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid0FWrrQinryj1JQ6BDQ7p5wHzRZTsCqWQaE82nDGJUuGpqKhVzj4skDAjHU3XfQ7UPl&id=100003035790481&post_id=100003035790481_pfbid0FWrrQinryj1JQ6BDQ7p5wHzRZTsCqWQaE82nDGJUuGpqKhVzj4skDAjHU3XfQ7UPl

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

segunda-feira, 22 de julho de 2024

𝑶𝑰𝑻𝑶 𝑫𝑰𝑨𝑺

Por Jaozin Jaaozinn

Já, já se concluirá uma das datas mais importantes e marcantes na história do nordeste brasileiro: 28 de julho, 86 anos do comando de João Bezerra, Aniceto e Chico Ferreira que deram cabo de Lampião, Maria, mais nove bandoleiros e do cachorro Guarany, perdendo no confronto apenas o soldado Pedro Adrião de Souza. A Grota do Angico, pertencente ao estado de Sergipe, serviu de palco para esse acontecimento, culminando assim, com a queda da coroa do "Astro Rei", ficando ali decidido o declínio de sua monarquia, o cangaço.

Serão 86 anos de história, 86 anos de lembranças, 86 anos de palestras e estudos sobre o tema, e 86 anos sem a terrível atuação de Lampião nas caatingas sertanejas. Não perca! Venha, junto com a gente em Angico, relembrar esse episódio, seus personagens e seu desfecho, afinal, estudamos a temática para isso, entendendo melhor a atuação cangaceira e seus malefícios.

 https://www.facebook.com/groups/lampiaocangacoenordeste

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

REMINISCÊNCIAS MORRENSES, REMINISCÊNCIAS MORRENSES II

Por Adelsomota

Coronel, Antonio de Souza Benta, Flodoaldo Souza Benta, Honestina Souza Benta, pela primeira vez está sendo divulgado, fotos do mausoléu perpétuo, da família, Souza Benta - Cemitério municipal de, Morro do Chapéu onde encontra -se as dedicatórias, aqui repousam os restos mortais do, acadêmico - Flodoaldo Souza Benta, 11/09/1917, Antonio de Souza Benta. 20/02/1946, Honestina Souza Benta, 1952, tiradas em 22/07/2024 por pedido feito por mim via, Adelci Reis, e importante colaboração do amigo. Oton Araújo, moto Taxista, Adelso Mota, Memorialista

Se quiser ver todas as fotos basta clicar no link abaixo:

https://www.facebook.com/photo/?fbid=1155224082429633&set=pcb.2021491568320713

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

VISITE A BARRA

 Clerisvaldo B. Chagas, 22 de julho de 2024

Escritor Símbolo do Sertão Alagoano

Crônica: 3.078

FOTO: JORNAL TRIBUNA DE ALAGOAS

Trecho de reportagem do Jornal Tribuna de Alagoas:

“Especialistas dizem que é preciso voltar ao passado para entender. A antiga famosa Prainha, na Barra Nova, bastante conhecida pelos maceioenses, foi sempre um local de muitos bares, atividades náuticas e gastronomia regional. Mas muita coisa mudou desde 2009, quando moradores e comerciantes decidiram intervir, numa região que já vinha apresentando instabilidade desde as obras de construção do condomínio Laguna. Naquele ano uma grande enchente elevou o nível da lagoa e alagou boa parte do povoado. A população, então, resolveu abrir um “canal” para que a água escoasse para o mar. Mas, o que eles não sabiam é que esta atitude provocaria danos maiores no futuro e aceleraria o fim de uma das belezas naturais do Litoral Sul”.

Por Claudio Bulgarelli / Sucursal Região Norte19/07/2024 08h59

Não temos nenhuma dúvida de que o povoado Barra Nova entre Maceió e Marechal Deodoro é um dos lugares mais belos de Alagoas e do Brasil. Vale à pena fazer uma visita naquela região para gozar à beleza, à culinária e lazer, principalmente na tão afamada “Prainha” da Barra Nova. Sim, é certo que houve alguma invasão do mar em algumas partes, uma modificação na paisagem, porém, o próprio governo cuidou de conter esse avanço com técnica nova e criativas de pessoas entendidas. Falam que as técnicas usadas estão dando ótimos resultados e, inclusive elogiadas e servindo de modelo para o mundo. Talvez a desvalorização de imóveis que falavam devido ao mar, tenha ido embora retornando os valores dos imóveis desse paraíso do planeta Terra.

Para quem quer estudar à Natureza na região da Prainha, poderá e encontrar a felicidade para seus conhecimentos, teoria e fotos impressionantes. Vamos encontrar por ali canais, mangues, vegetação de praia, istmo e muito mais. Não é que somente o núcleo da Barra Nova seja bonito, mas toda região entre Maceió e Marechal com as guloseimas do trajeto que levantam o bom humor. As tradicionais igrejinhas antigas dos povoados, entre coqueirais, ´são atrações para quem gosta do bucólico, do religioso, da arquitetura. E se for mesmo para estudar a região agende dias e dias perambulando por aquele litoral tão cheio humildade e encantos. E por que não conhecer de perto àquela região?



http://blogdomendesemendes.blogspot.com

O DESASTROSO COMBATE DO SERROTE PRETO - FINAL.

Por Cangaçologia
https://www.youtube.com/watch?v=5YJo6xvmSdU&ab_channel=Canga%C3%A7ologia

Ocorrido no dia 21 de fevereiro de 1925 nas proximidades do Serrote Preto na região de Mata Grande em Alagoas o "Combate do Serrote Preto", como assim ficou conhecido, foi sem dúvida um dos combates mais sangrentos e desastrosos ocorridos entre cangaceiros e policiais em toda a história. A valentia exagerada e a indisciplina militar, colocaram duas Forças Volantes paraibanas entre uma fuzilaria infernal, causada por fogo amigo através de uma Força pernambucana e tiros disparados pelos cangaceiros do bando de Lampião, que resultou na morte de dois oficiais e de vários soldados paraibanos.

Um desfecho triste e lamentável para os bravos combatentes paraibanos, que perderam a vida por conta da imprudência e negligência, principalmente, de seus comandantes.

Conheçam essa sangrenta e fascinante história. Em breve estarei publicando o desfecho final dessa história. Assistam e ai final deixem seus comentários, críticas e sugestões. Inscrevam-se no canal e não esqueçam de ativar o sino para receber todas as nossas atualizações. Forte abraço... Cabroeira!
Geraldo Antônio de Souza Júnior - Criador e administrador do canal.

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

FOTOS DE LAMPIÃO NO CEARÁ

Por Robério Santos 

Sabiam que existem duas fotos deste dia?

https://www.facebook.com/groups/893614680982844/?multi_permalinks=2246525535691745%2C2245460819131550%2C2246062185738080%2C2245201105824188%2C2244027959274836%2C2243319136012385%2C2242986872712278%2C2241891086155190%2C2241948216149477&notif_id=1721089420531345&notif_t=group_highlights&ref=notif

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

CORDEL...

 Por Epitácio de Andrade Filho

Baseado em nossa narrativa historiográfica, o poeta Chico de Iaiá está ultimando a elaboração do folheto de cordel "Loucos por Cidadania-Breve História da Reforma Psiquiátrica em Natal". A foto que ilustra esta postagem registra o momento em que o cordelista está me apresentando a primeira "boneca". Espera-se que ainda este mês de julho esteja concluído e o lançamento está previsto para a Semana do Folclore.

https://www.facebook.com/photo/?fbid=7061047870664932&set=a.124304511006004

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

domingo, 21 de julho de 2024

ROBERTO RODRIGUES DE CARVALHO - O ROBERTÃO

 Por José Mendes Pereira

Roberto Rodrigues de Carvalho era natural de Mossoró e conhecido por Robertão. Nasceu no dia 03 de Outubro de 1961, e faleceu no dia 02 de Janeiro de 2008. Filho do comerciante Francisco Rodrigues de Carvalho e de Antônia Rodrigues de Carvalho. Sobrinho de segundo grau da primeira motorista de Mossoró, Francisca Rodrigues Duarte, conhecida por dona Chiquinha Duarte. Ela era esposa de Francisco Duarte (Chico Duarte), que era pai do médico Francisco Duarte Filho, e posteriormente foi senador da república.

Roberto tinha duas personalidades. Uma delas era ser homem do trabalho, da confiança de todos, respeitava homens e mulheres, andava na linha, bem vestido, cabelo cortado e barba feita. Homem que frequentava a casa dos parentes e dos amigos como qualquer outro, sem decepcionar ninguém. Com estas características, era o Roberto Rodrigues de Carvalho. 

A outra personalidade era não querer ser homem de responsabilidade, nem para o trabalho, nem tão pouco da confiança de todos, que não respeitava homens e nem mulheres. Não andava na linha certa, mal vestido, cabelo arrepiado e barbudo. Homem que não podia frequentar as casas dos amigos como qualquer outro. Decepcionando as pessoas pelo seu jeito de ser. E com estas características, quem era Roberto Rodrigues de Carvalho, agora era o Robertão, o grande homem das cavernas. 

Andava sujo, sem camisa, bêbado, drogado e sobre os ombros, uma pequena bolsa a tiracolo, como se ali fosse a sua mala, para guardar suas vestes, seus cigarros, seus chinelos, seus trocados, ou mesmo as suas drogas.  

Ele não era valente, apenas se defendia com palavras duras e críticas. Poucas pessoas davam-lhe confiança quando era o Robertão; passavam e o via caído nas calçadas, no meio da rua, nas portas de bares, todo imundo, fedorento... 

No período em que ele era o Robertão, algumas vezes fora preso, por desrespeito à polícia, por não querer obedecê-la. E por infelicidade, adquiriu fama de estuprador, mas isso nunca ele praticou com mulher nenhuma. Apenas fizera alunas correrem com medo de si próprio, no intuito de fazer graça. E com isso, ele se tornou um homem temido pelas mulheres do grande Alto de São Manoel em Mossoró.

Certa noite, enquanto ele caminhava pelas ruas do conjunto Walfredo Gurgel, no Alto de São Manoel, uma estudante pediu a sua ajuda para chegar até em casa, porque um senhor chamado Robertão, estava atormentando a vida das mulheres e das estudantes. E assim fez. Acompanhou-a até certo ponto, quando um sujeito que o conhecia, vendo-o ao lado daquela bonita jovem, e enciumado porque não tivera a mesma sorte, gritou:

- Que sorte, hein Robertão! Descolou uma linda garota!

A estudante não esperava que ele fosse realmente o tão falado Robertão, fez carreira aos gritos, para que as pessoas a defendessem das garras do supostamente estuprador.  

Querendo que a menina entendesse que ele não iria lhe fazer nenhum mal, saiu correndo, tentando alcançá-la. E com isso, a sua fama cresceu mais ainda.

Minhas Simples Histórias

Se você não gostou da minha historinha não diga a ninguém, deixe-me pegar outro.

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

LAMPIÃO, ZÉ SATURNINO E OS NAZARENOS

 Por TV Maria Bonita

https://www.youtube.com/watch?v=jBThRji4wxc&ab_channel=TVMARIABONITA

Reportagem do Globo Repórter feita pelo em 1977 sobre Vilmar Gaia, o pistoleiro que se tornou famoso após se envolver numa guerra entre famílias na cidade de serra talhada, sertão pernambucano. O programa inicia com a referência a Senhor Pereira, cangaceiro e seu bando onde Lampião fazia Parte. Depois trás o primeiro inimigo de Lampião, Zé Saturnino, seguido das imagens dos irmãos Davi e João Jurubeba da Volante Nazarena contra Lampião. Os dois eram da Polícia Militar.

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

VAMOS PARA MAIS UMA FOTO COM RELAÇÃO AO TEMA CANGAÇO. ESSA BEM CONHECIDA EM MEIO AO ESTUDO DO TEMA.

 Por Helton Araújo

Vamos para mais uma foto com relação ao tema cangaço. Essa bem conhecida em meio ao estudo do tema.

Tenente Manoel Adolpho, auxiliar Raimundo, tenente Abdias Freire de Andrade e o médico Arthur Xavier Costa, junto ao cadáver do 2° tenente Geminiano José dos Santos, morto com outros companheiros de farda por Lampião e seu bando.

Notem que nessa imagem lhe falta a cabeça.

Imagem: O CRUZEIRO (24/04/1932)

Fonte: Cangaço na Bahia "Cavalos do Cão"

De: Rubens Antônio

https://www.facebook.com/groups/lampiaocangacoenordeste/?multi_permalinks=2482095251999404&notif_id=1721563286485779&notif_t=feedback_reaction_generic&ref=notif

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

MORENO E A VINGANÇA DE LAMPIÃO CONTRA ANTÔNIO DA PIÇARRA.

 Por Cangaçologia

https://www.youtube.com/watch?v=wu3RCADxxhI&t=195s&ab_channel=Canga%C3%A7ologia

Incursões do cangaceiro Moreno (Antônio Ignácio da Silva) no estado do Ceará e a vingança de Lampião contra Antônio da Piçarra, entre outros assuntos.

Após a morte do cangaceiro Sabino das Abóboras, Antônio da Piçarra passou a ser alvo das ameaças de Lampião e o cangaceiro Moreno foi escolhido para dar cabo do antigo coiteiro e durante muito tempo arrodeou as terras da Piçarra em busca de executar a vingança prometida pelo chefe-cangaceiro.
Um documentário inédito e exclusivo.
Assistam e ao final deixem seus comentários, críticas e sugestões. Inscrevam-se no canal e não esqueçam de ativar o sino para receber todas as nossas atualizações.
Forte abraço... Cabroeira. Geraldo Antônio de Souza Júnior - Criador e administrador do canal.

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

O DESASTROSO COMBATE DO SERROTE PRETO - PARTE I.

 Por Cangaçologia

https://www.youtube.com/watch?v=3r5Nu07jPSw&ab_channel=Canga%C3%A7ologia

Ocorrido no dia 21 de fevereiro de 1925 nas proximidades do Serrote Preto na região de Mata Grande em Alagoas o "Combate do Serrote Preto", como assim ficou conhecido, foi sem dúvida um dos combates mais sangrentos e desastrosos ocorridos entre cangaceiros e policiais em toda a história. A valentia exagerada e a indisciplina militar, colocaram duas Forças Volantes paraibanas entre uma fuzilaria infernal, causada por fogo amigo através de uma Força pernambucana e tiros disparados pelos cangaceiros do bando de Lampião, que resultou na morte de dois oficiais e de vários soldados paraibanos.

Um desfecho triste e lamentável para os bravos combatentes paraibanos, que perderam a vida por conta da imprudência e negligência, principalmente, de seus comandantes.

Conheçam essa sangrenta e fascinante história. Em breve estarei publicando o desfecho final dessa história. Assistam e ai final deixem seus comentários, críticas e sugestões. Inscrevam-se no canal e não esqueçam de ativar o sino para receber todas as nossas atualizações. Forte abraço... Cabroeira!
Geraldo Antônio de Souza Júnior - Criador e administrador do canal.

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

sábado, 20 de julho de 2024

POLICIAL QUE PARTICIPOU DA MORTE DE LAMPIÃO COMETE CRIME BÁRBARO EM SÃO PAULO.

 Por Cangaçologia

 https://www.youtube.com/watch?v=oBonXqIc34U&ab_channel=Canga%C3%A7ologia

Um crime brutal que abalou o bairro da Liberdade e causou comoção nacional, ocorrido na cidade de São Paulo no ano de 1966 e cometido a mando de um ex-policial volante que atuou de forma decisiva no confronto de Angico, onde foram mortos além de Lampião e Maria Bonita, nove cangaceiros e um soldado pertencente a Força Policial Volante alagoana. Um crime de pistolagem que resultou na morte da ex-esposa do mandante e da filha de apenas dezesseis anos de idade. Estivemos no local e fizemos todo o registro da região exata onde os fatos aconteceram, trazendo detalhes nunca antes mostrados e apresentando essa história cruel e que envolve um personagem marcante e importante da luta policial contra o cangaço nos sertões do Nordeste durante as primeiras décadas do século passado. A verdadeira história sendo mostrada de forma séria e imparcial. Imperdível! 

Assistam e ao final deixem seus comentários, críticas e sugestões. Inscrevam-se no canal e não esqueçam de ativar o sino para receber todas as nossas atualizações. 

Forte abraço... Cabroeira!

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

90 ANOS DA MORTE DO PADRE CÍCERO ROMÃO BATISTA.

 Por Robério Santos

Hoje completamos 90 anos da morte do Padre Cícero! Amado por muitos, odiado por meia dúzia que não conhecem a história; uma coisa não devemos negar: ele é o padroeiro do Nordeste. Viva meu Padim!!!!!!!

https://www.facebook.com/groups/893614680982844/?multi_permalinks=2245201105824188%2C2244027959274836%2C2243319136012385%2C2242986872712278%2C2241891086155190%2C2241948216149477&notif_id=1721089420531345&notif_t=group_highlights&ref=notif

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

MENTIRAS E MISTÉRIOS DE LAMPIÃO DE BURITIS.

 Por José Mendes Pereira


O saudoso fotógrafo e pesquisador do cangaço, José Geraldo Aguiar, que escreveu o livro: "LAMPIÃO, O INVENCÍVEL DUAS VIDAS, DUAS MORTES", pelo que vi, ele não leu nada sobre a morte do Padre Cícero Romão Batista de Juazeiro. Veja o que ele fala sobre o suposto Lampião que não morrera em Angico no Estado de Sergipe: "- Tive acesso também à identidade, certidão de nascimento, ele usou 13 anos em Minas Gerais para permanecer na clandestinidade. Tive acesso a vários objetos de Lampião. Ele estava com 41 anos de idade. Fugiu do cerco da Polícia de Sergipe com apoio de Padre Cícero e outras pessoas. Eu tive essa dádiva de encontrá-lo".


O fotógrafo pisou na bola, quando aceitou o que disse o Lampião de Buritis, afirmando que quem o ajudou a fugir do cerco da Polícia de Alagoas foi o Padre Cícero e outras pessoas. Outras pessoas, tudo bem, mas padre Cícero ter ajudado o capitão fugir do cerco policial, é invencionice, porque quando o grupo de Lampião foi atacado na Grota de Angico pelas volantes do tenente João Bezerra da Silva, na madrugada de 28 de julho de 1938, padre Cícero já estava descansando no seu túmulo desde julho de 1934, pois ele faleceu no dia 20 deste mês.

o fotógrafo e escritor José Geraldo Aguiar

Ainda disse o escritor: "- Vários escritores já disseram que ele não morreu em Angico, eu não sou o primeiro, só que eu tive dádiva de encontrá-lo. Fui o último amigo e confidente, estava com a história toda, só que ele me pediu para não divulgar nada enquanto estivesse vivo".

Se fosse mesmo Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião de Pernambuco, o destemido, o perverso e sanguinário, por que ele pediu para que o pesquisador não divulgasse nada enquanto ele estivesse vivo?

Acima, Lampião de Pernambuco, abaixo, Lampião de Buritis-MG

O certo é que, sem sombra de dúvidas, este Lampião era mesmo lá de Buritis, das terras do Estado de Minas Gerais, temendo que fosse descoberta a sua verdadeira farsa, passando por todos os seus amigos e admiradores como que ele fosse o valente de Pernambuco, Virgulino Ferreira da Silva o Lampião de Maria Bonita, filho dos sofridos José Ferreira da Silva e dona Maria Sulena da Purificação

Claro que o José Geraldo Aguiar o que escreveu foi baseado nas informações do seu depoente, no caso, o famoso Lampião de Buritis, que não tem nenhuma semelhança com o Lampião verdadeiro das terras de homens valentes ao extremo, lá de Pernambuco. 


Lógico que eu não estava lá na Grota de Angico no momento da chacina, mas quem estava lá, não mente, um deles, Manoel Dantas Loyola, o cangaceiro Candeeiro que, afirma em vídeo, gravado pelo cineasta Aderbal Nogueira que, Lampião e Maria Bonita morreram naquela madrugada de inferno.

Se você quiser saber mais sobre o Lampião de Buritis clique neste link: 

http://www.nosrevista.com.br/2010/01/28/biografo-de-lampiao-afirma-que-o-rei-do-cangaco-nao-foi-assassinado-em-sergipe/

http://blogdomendesemendes.blogspot.com
http://josemendespereirapotiguar.blogspot.com.br

MARIA BONITA

Texto Joel Paviotti

#MulheresExtraordinarias Maria Bonita

Maria Gomes de Oliveira, mais conhecida como Maria Bonita, foi uma cangaceira brasileira, companheira de Lampião e a primeira mulher a exercer função significativa de liderança em um grupo cangaceiro, na história do Brasil.

Maria Bonita nasceu em 1911 no povoado Malhada da Caiçara, na cidade de Paulo Afonso, Bahia. Casou-se nova, mas não conseguiu gerar filhos no primeiro matrimônio. Considerada seca, alcunha que denominava mulheres que não podiam "procriar", sofreu violência constante do primeiro companheiro e de sua família.

Então, após inúmeras agressões, Maria se separou e voltou a morar com os pais. Foi nesse momento que conheceu Virgulino Ferreira da Silva, conhecido como Lampião ou Rei do Cangaço.

Após um breve relacionamento, Maria foi convidada para fazer parte do seu bando de cangaceiros, o mais conhecido e temido na época.

Junto ao novo companheiro Maria ajudou a liderar o grupo e abriu espaço para a inserção de outras mulheres no universo do banditismo social nordestino.

Maria Bonita acompanhou Lampião por 8 anos, até ser assassinada numa emboscada da polícia armada oficial, na Grota de Angico, em Poço Redondo (SE), em 28 de julho de 1938.

Maria Bonita teve 4 filhos com Lampião, deixou um legado de heroína e é conhecida historicamente como uma mulher de fibra e com capacidade incrível de liderança.

Apesar das controvérsias entre pesquisadores sobre a função das mulheres no período do Cangaço, Maria Bonita e Dadá são consideradas importantíssimas para entender esse período histórico brasileiro.

https://www.facebook.com/photo/?fbid=1040360427445558&set=a.280308113450797

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

sexta-feira, 19 de julho de 2024

ACABA DE CHEGAR MEU NOVO LIVRO: FALANDO DO MEU SERTÃO. UNICAMENTE SOBRE O SERTÃO.

 Por José Di Rosa Maria

https://www.facebook.com/photo/?fbid=2380569445472981&set=a.125013001028648

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

VAMOS PARA MAIS UMA FOTO DAS ENTREGAS.

 Por Helton Araújo

Sentados da esquerda para direita:

Zé Sereno, Juriti (já de cabelo cortado), Candeeiro, Frei Agostinho De Loro Piceno, capitão Aníbal Vicente Ferreira, tenente Alípio Fernandes da Silva, Frei Francisco de Urbania, Cuidado e Criança.

Em pé, da esquerda para direita:

Marinheiro, Borboleta, Pernambuco, Laranjeira, padre José Magalhães de Souza, Novo Tempo, os irmãos Ponto Fino e Quina-Quina, Azulão e Balão.

Local: Jeremoabo-BA

Data: 20/10/1938

Foto: Acervo Centro de Pesquisa e Documentação da História Contemporânea do Brasil

Agradecimentos: Rubens Antônio/Livro Cangaço na Bahia "Cavalos do Cão"

Gostaram da foto?

 https://www.facebook.com/groups/lampiaocangacoenordeste

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

OS DOIS MAIORES FAMOSOS DO BRASIL JUN TOS

 MM Divulgações

No ano de 1966 há exatamente 58 anos atrás, se encontravam os dois homem mais famosos do Brasil. O Rei Roberto Carlos, o maior cantor brasileiro e o Rei Pelé, o maior e melhor jogador de futebol de todos os tempos.

https://www.facebook.com/groups/334870950556962/?multi_permalinks=1408572216520158&notif_id=1721380155695741&notif_t=group_highlights&ref=notif

http://blogodmendesemendes.blogspot.com

quinta-feira, 18 de julho de 2024

FESTA DE SENHORA SANTANA

 Clerisvaldo B. Chagas, 17 de julho de 2024

Escritor Símbolo do Sertão Alagoano

Crônica: 3.077

PROCISSÃO DOS CARROS DE BOI EM SANTANA DO IPANEMA (CRÉDITO: ALAGOAS NANET).

Mal terminou a Festa da Juventude, entra a Festa da Padroeira Senhora Santana, em Santana do Ipanema. O novenário propriamente dito tem início no dia dezessete, porém, a abertura acontece sempre no dia dezesseis com a tão esperada Procissão dos Carreiros.  São centenas de carros de boi que saem do Parque de Exposição Isaías Rego, a cerca de 2 km da cidade, em direção ao centro de Santana do Ipanema. Eles veem pelo asfalto ou pelo acostamento da AL–130, sempre escoltados por viaturas da Polícia Rodoviária. O carro de boi da frente conduz a as imagens de Senhora Santana, a padroeira, e seu esposo São Joaquim. Geralmente as imagens são conduzidas pelo padre da Paróquia nesse carro da frente, usando chapéu de couro, símbolo do homem rural nordestino e sertanejo.

A tão aguardada Procissão dos Carreiros já chegou perto dos 2.000 carros de boi no trajeto Parque-Centro, porém essa participação vem encolhendo ano a ano. Ou é falta de disposição de carreiros ou falta de carros na região. Sempre aparecem os curiosos para a contagem dos carros de boi e, teremos que aguardar a procissão para vê se sai algum resultado. Ao chegar ao centro da cidade, a procissão segue até o Largo Padre Bulhões, onde na praça multiuso, às margens do riacho Camoxinga, recebem as bênçãos da Igreja. Nem é preciso dizer que veem carreiros do Sertão inteiro para participar do evento religioso. Muitos acampam no Parque, um dia antes, num encontro saudoso e afetivo. A priori, Isaías Rego, nome do Parque, foi comerciante com armarinho, padaria e, fazendeiro em Santana do Ipanema.

O Carro de boi, mostra ter sido o primeiro veículo pesado do Brasil, desde os tempos coloniais. Foi feito para transportar volumes maiores de mercadorias, onde antes só existia o jumento, o burro e o cavalo. Só foi substituído com o advento do caminhão, dos primeiros caminhões que rodaram em nosso território. Ainda hoje existem regiões no país que utilizam ainda esse tipo de transporte, principalmente em zonas rurais nos sertões nordestinos e na Região Centro-Oeste. Ver um carro de boi hoje em dia, é se encher de saudosismo e melancolia nos que viveram a plenitude desses carros artesanais e manufaturados.

Não há quem conte no mundo as infindáveis histórias do carro de boi.



http://blogdomendesemendes.blogspot.com

O PANEMA NA FESTA DA JUVENTUDE

 Clerisvaldo B. Chagas, 16 de julho de 2024

Escritor Símbolo do Sertão Alagoano

Crônica: 3.076

RIO IPANEMA VISTO PELAS GRADES DA PONTE, EM PLENA FESTA DA JUVENTUDE. (FOTO: B. CHAGAS). 2024.

Enquanto a festa em Santana acontecia, o rio Ipanema deslizou de Pernambuco e ficou praticamente lado a lado no seu leito normal. Um ditado santanense antigo, do município, diz que “quando o rio Ipanema bota cheia o inverno será bom”. Esse ano nem precisou a cheia do Ipanema acontecer porque o inverno já estava sendo chamado de excelente.  Nunca tínhamos visto um tempo invernoso assim, chuvas fininhas, tanto de dia quanto de noite, intercalada de sol e céu nublado. Portanto o rio Ipanema veio apenas confirmar a riqueza que estar acontecendo no Sertão. Por outro lado, graças a Deus não foi confirmado o outro provérbio de Santana, tão antigo quanto as origens da cidade “Panema quando bota cheia leva um”. Não temos notícias de nenhum afogado até o presente momento.

Na foto da crônica, através da grade de proteção da ponte General Batista Tubino, vê-se em primeiro plano o Poço dos Homens e em segundo plano a continuação da cheia repentina. Desta feita, o rio não encontrou casa construída no seu leito, nem oficina debaixo da ponte e nem rua ocupando a sua calha. Por isso passou tranquilo sem mexer com ninguém. Suas águas já baixaram bastante e daqui a uma semana, já estará fornecendo peixes para as famílias pescadoras costumeiras, àquelas que gostam de peixe com farinha e assim alimentam os buchos das crianças.  Os primeiros dias de cheias fazem a limpeza do lixo jogado ali pelos humanos e, os dias seguintes assentam o barro, a areia e outras impurezas que as águas transportam. É ocasião de pesca e de banho.

E mesmo com muitas festas e barulhos nas ruas de Santana, o rio Ipanema continua tranquilo, sereno e sinuoso como nos velhos tempos da nossa juventude. A Pedra do Sapo, lá no Minuíno, ainda hoje marca a intensidade das cheias em: pequena, média ou grande de acordo com as águas aos seus pés, à sua cintura, ao cobrir a sua cabeça. A ponte engoliu as negras canoas compradas em Pão de Açúcar, formulou o progresso da margem direita e incentivou suicídios aos fracos na sua baixa murada. Diante de ruídos de motores, foguetórios, sons de paredões e gritos alucinados, o rio Ipanema escorre invisível e sereno cumprindo seu destino de mais importante acidente geográfico do Sertão alagoano.

Orgulho sertanejo!!!



http>//blogdomendesemendes.blogspot.com

CANGAÇO: CANGACEIRO ANTÔNIO BATISTA - BIOGRAFIA RESUMIDA

Por Fatos na História
https://www.youtube.com/watch?v=xM2TwDxUfUU&ab_channel=FatosnaHist%C3%B3ria-Canga%C3%A7oeNordeste

Resumo biográfico do cangaceiro Antônio Batista. Referências: "Cangaceiros de Lampião - De A a Z", de Bismarck Martins de Oliveira

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

MARINÊS.

Por Volta Seca

O chapéu e cartucheira do cangaceiro devidamente incorporados à música do forró, com o grupo da cantora Marines, que já copiou o estilo do mestre e saudoso Luiz Gonzaga...

https://www.facebook.com/groups/lampiaocangacoenordeste/?multi_permalinks=2480036445538618%2C2479952345547028%2C2479533408922255%2C2479562595586003%2C2479183395623923%2C2478433549032241%2C2478562962352633%2C2478488042360125%2C2478024999073096%2C2477814649094131&notif_id=1720950116298945&notif_t=group_highlights&ref=notif

http://blogodmendesemendes.blogspot.com

VOLTA SECA FALA AO "PASQUIM" - PARTE I.

 Por Cangaçologia

https://www.youtube.com/watch?v=rN3lziPBYTM&ab_channel=Canga%C3%A7ologia

Uma entrevista polêmica que foi realizada pelo extinto Jornal "O Pasquim" no ano de 1973 com o controverso ex-cangaceiro Volta Seca (Antônio dos Santos), que no passado integrou o bando de Lampião.

Volta Seca entrou para o cangaço ainda criança e apesar do curto espaço de tempo que permaneceu no bando cangaceiro, marcou seu nome para sempre na história devido as suas "aventuras" e ao cometimento de crimes, quando esteve sob as ordens de Lampião.

A equipe de "O Pasquim" entrevistou o ex-cangaceiro e conseguiu resgatar inúmeros fatos e histórias, fazendo dessa uma das mais completas entrevistas já produzidas em todos os tempos com um remanescente do cangaço lampiônico. A princípio a entrevista foi publicada (Escrita) no antigo Jornal e agora decidimos fazer a leitura e a narração das perguntas e respostas, pensando em alcançar um maior número de pessoas e facilitar ainda mais o entendimento sobre o assunto abordado. A entrevista foi realizada pelos jornalistas / Cartunistas: - Aparício Pires - Jaguar - Millôr Fernandes - Sérgio Cabral - Ziraldo A narração ficou por conta do ator Alan Pellegrino, que com sua sensacional interpretação, deu vida aos entrevistadores e entrevistados. Após assistirem deixem seus comentários, críticas e sugestões. Valeu! Cabroeira!
Geraldo Antônio de Souza Júnior - Criador e administrador do Canal "Cangaçologia".

http://blogdomendesemendes.blogspot.com

VOLTA SECA ENFRENTA LAMPIÃO E QUASE LHE DÁ UM TIRO

 Por Histórias da Vida Real
https://www.youtube.com/watch?v=EfL3ntNtNZc&ab_channel=Hist%C3%B3riasdaVidaReal

VOLTA SECA ENFRENTEI LAMPIÃO E QUASE LHE DEI UM TIRO, O menino Volta Seca, o cangaceiro mais novo do cangaço, era valente, e disse que se o rei do cangaço lhe bater na cara ele atirava no rei do sertão, Lampião fico irado. Volta seca era um menino cangaceiro de aproximadamente 14 anos quando esse fato aconteceu, o chefe disse que iria mata-lo pela falta de respeito, Maria bonita não deixou e planejou a sua fuga juntamente com o cangaceiro Zé Sereno. #historiasdavidareal #historiasdelampião Contato: artehoraciomoura@gmail.com Contato: Horacio Moura - Whatisapp - (62) 99509-3880 Brasil +351 939 255 384 Portugal

http://blogdomendesemendes.blogspot.com